Trabalhando e escrevendo sobre a área do design, viajando diariamente de bicicleta em Lisboa e sendo um amante dos animais, o blog Town & Cycle é uma mostra das minhas coisas favouritas.

Álvaro Tavares Ramos

Skaal é um fantástico e inovador reprodutor media que permite a interacção com conteúdo digital utilizando objectos físicos. Ideal para despertar a curiosidade nas crianças, o Skaal permite associar um objecto (como por exemplo uma concha ou um boneco) a um conjunto de imagens ou vídeos, os quais poderão ser observados no computador ou televisão.

DREAM FACTORYTendo recentemente aberto um novo atelier e showroom na zona oriental da cidade, o projecto da Sá, Aranha & Vasconcelos está mais forte que nunca.Depois de muitos anos com um showroom localizado na agitada rua Castilho, todas as pessoas esperariam que o atelier Sá, Aranha & Vasconcelos (SAV) escolhesse novamente o centro da cidade para a abertura de novas instalações. No entanto, a escolha recaiu sobre um antigo armazém de vinhos, localizado numa estreita rua na pitoresca zona do Poço Bispo. Apesar da opção ter sido pouco usual, logo que entramos no espaço percebemos que a escolha não podia ter sido mais acertada. Sendo a garagem o ponto de entrada para o mundo da SAV, de imediato reparamos que nada é deixado ao acaso. Desde os esculturais candeeiros concebidos com antigos faróis de automóveis até ao sofisticado elevador que nos leva aos pisos superiores, todos os detalhes são executados de forma pormenorizada, deixando-nos deveras curiosos relativamente ao espaço dedicado ao showroom e atelier.Após termos acedido ao primeiro piso através de umas cénicas escadarias, nas quais as paredes apresentam tijolo e pedra exposta, somos recebidos de forma calorosa por Joana Aranha, uma das sócias da SAV. Tendo sido uma das fundadoras do atelier nos anos oitenta, conjuntamente com a sua irmã Carmo Aranha e Rosário Sá, a designer de interiores leva-nos numa essencial visita guiada às novas instalações, sendo que a primeira paragem foi no inspirador e luxuoso showroom. Instalado num mezanine de aspecto industrial, o requintado espaço de aspecto vivido é marcado por uma eclética e harmoniosa mescla de confortáveis sofás de grandes dimensões, obras de arte, iluminação e uma série de objectos invulgares, tais como pincéis usados, neons e corais. “O showroom funciona como uma montra permanente do nosso trabalho, das nossas inspirações. Aqui agrupam-se peças de design contemporâneo idealizadas fundamentalmente pela equipa SAV e por outros designers, dos ‘notáveis’ mundiais até aos nomes menos conhecidos de Portugal e dos quatro cantos do mundo, mas também peças únicas que podem variar entre o barroco ou os anos sessenta, setenta, oitenta. É também aqui que os projectos de menor dimensão podem ser executados, como já acontecia na loja da rua Castilho”, refere Joana Aranha. Apesar do showroom ser a parte mais visível das novas instalações, a estrutura no Poço Bispo alberga todo o mundo e equipa da SAV, que actualmente conta com trinta colaboradores. Desde a espaçosa sala dedicada aos tecidos, onde milhares de amostras se distribuem por diversos expositores, até uma biblioteca repleta de livros de design e arquitectura, o primeiro piso encerra igualmente alguns espaços de trabalho, sala de reuniões, armazém e um arejado gabinete com vista para o Tejo, onde as três sócias fundadoras se refugiam da agitação do showroom e atelier. “Passo aqui pouco tempo, devido aos diversos projectos em que estamos envolvidas, no entanto adoro estar aqui de manhã a beber o primeiro café e ouvir os cavalos da GNR”. Já no segundo nível, a designer guia-nos até um dos pontos mais fulcrais da actividade do atelier, a sala de projecto de arquitectura. De entre amostras dos mais diversos materiais e plantas de obras, Joana Aranha refere com orgulho que “estamos neste momento em mãos com um projecto em que o edifício já é levantado com a nossa colaboração. Formamos equipa desde a base, já com o arquitecto ‘pai’ ou arquitecta ‘mãe’, conseguindo assim o melhor layout com bom aproveitamento dos espaços, sempre um objectivo a conquistar. Depois desenvolvemos todo o projecto de arquitectura de interiores até ao mais pequeno detalhe, o ponto de luz no lugar certo, o ‘arquivo’ das gravatas ou dos sapatos por exemplo”.Tendo desenvolvido projectos de arquitectura e design de interiores nos mais diversos ambientes e possuindo clientes provenientes dos quatro cantos do mundo, a designer destaca alguns dos projectos do atelier que mais gosto proporcionaram a conceber. “Um deles é bem interessante, é um hotel de charme na Graça que tem como tema a cidade lindíssima que é Lisboa. É uma obra que está para começar. Explorar o conceito ‘Lisboa’ foi muito estimulante e gratificante ao mesmo tempo. Outro, foi a nossa entrada no mundo náutico, com o projecto de um iate de grande porte, um Maiora 39, porque nos ‘obrigou’ a entrar num novo universo. Um autêntico trabalho de relojoeiro à distância. Outro ainda foi uma ‘viagem’ ao mundo rural onde nos deixaram ‘brincar’ numa quinta de família, onde cada casa é um projecto distinto em temas que se interligam e dentro desse mesmo projecto, o restauro de um lagar onde a grande família se reúne de vez em quando e no qual se desenhou e executou uma mesa de jantar com 40 metros quadrados. Por último e não menos importante, o projecto que construímos para nós, num edifico de 1922, um antigo armazém de vinhos, onde criámos a nossa nova casa e recebemos os nossos clientes. É a nossa fábrica de sonhos”.Para além da entrada no mundo náutico – um segundo projecto já se encontra em andamento, um Baglietto 42 metros ainda em construção, que será apresentado na conceituada feira de Génova em 2010 – a SAV prepara-se para se estrear na aviação, através da concepção dos interiores de um jacto privado Falcon 7X. Apesar dos muitos e diversificados projectos desenvolvidos até hoje, a criatividade e desejos da SAV parecem não ter limites. “Gostaríamos de desenvolver um barco de cruzeiro daqueles que são verdadeiros hotéis flutuantes, as carruagens do Expresso do Oriente, um avião comercial, um hotel de charme obre a areia e um lodge algures no mundo, talvez em África”, assevera Joana Aranha com confiança, acrescentando que as suas expectativas para o futuro da SAV passam por “manter o rumo. E levar cada vez mais para fora das nossas fronteiras os nossos artífices, a nossa cultura e os nossos valores. Implementar o desenvolvimento da marca SAV associada a outras linhas de produtos. Continuar a criar apoios aos novos valores nacionais da nossa área de actividade com a criação de estágios, por exemplo, ou quem sabe com a criação de uma bolsa de estudo”.
Revista Essential Lisboa 35 (Dez-Jan 2009/2010)Texto: Álvaro Tavares Ramos

DREAM FACTORY
Tendo recentemente aberto um novo atelier e showroom na zona oriental da cidade, o projecto da Sá, Aranha & Vasconcelos está mais forte que nunca.


Depois de muitos anos com um showroom localizado na agitada rua Castilho, todas as pessoas esperariam que o atelier Sá, Aranha & Vasconcelos (SAV) escolhesse novamente o centro da cidade para a abertura de novas instalações. No entanto, a escolha recaiu sobre um antigo armazém de vinhos, localizado numa estreita rua na pitoresca zona do Poço Bispo. Apesar da opção ter sido pouco usual, logo que entramos no espaço percebemos que a escolha não podia ter sido mais acertada.
Sendo a garagem o ponto de entrada para o mundo da SAV, de imediato reparamos que nada é deixado ao acaso. Desde os esculturais candeeiros concebidos com antigos faróis de automóveis até ao sofisticado elevador que nos leva aos pisos superiores, todos os detalhes são executados de forma pormenorizada, deixando-nos deveras curiosos relativamente ao espaço dedicado ao showroom e atelier.
Após termos acedido ao primeiro piso através de umas cénicas escadarias, nas quais as paredes apresentam tijolo e pedra exposta, somos recebidos de forma calorosa por Joana Aranha, uma das sócias da SAV. Tendo sido uma das fundadoras do atelier nos anos oitenta, conjuntamente com a sua irmã Carmo Aranha e Rosário Sá, a designer de interiores leva-nos numa essencial visita guiada às novas instalações, sendo que a primeira paragem foi no inspirador e luxuoso showroom. Instalado num mezanine de aspecto industrial, o requintado espaço de aspecto vivido é marcado por uma eclética e harmoniosa mescla de confortáveis sofás de grandes dimensões, obras de arte, iluminação e uma série de objectos invulgares, tais como pincéis usados, neons e corais. “O showroom funciona como uma montra permanente do nosso trabalho, das nossas inspirações. Aqui agrupam-se peças de design contemporâneo idealizadas fundamentalmente pela equipa SAV e por outros designers, dos ‘notáveis’ mundiais até aos nomes menos conhecidos de Portugal e dos quatro cantos do mundo, mas também peças únicas que podem variar entre o barroco ou os anos sessenta, setenta, oitenta. É também aqui que os projectos de menor dimensão podem ser executados, como já acontecia na loja da rua Castilho”, refere Joana Aranha. Apesar do showroom ser a parte mais visível das novas instalações, a estrutura no Poço Bispo alberga todo o mundo e equipa da SAV, que actualmente conta com trinta colaboradores. Desde a espaçosa sala dedicada aos tecidos, onde milhares de amostras se distribuem por diversos expositores, até uma biblioteca repleta de livros de design e arquitectura, o primeiro piso encerra igualmente alguns espaços de trabalho, sala de reuniões, armazém e um arejado gabinete com vista para o Tejo, onde as três sócias fundadoras se refugiam da agitação do showroom e atelier. “Passo aqui pouco tempo, devido aos diversos projectos em que estamos envolvidas, no entanto adoro estar aqui de manhã a beber o primeiro café e ouvir os cavalos da GNR”. Já no segundo nível, a designer guia-nos até um dos pontos mais fulcrais da actividade do atelier, a sala de projecto de arquitectura. De entre amostras dos mais diversos materiais e plantas de obras, Joana Aranha refere com orgulho que “estamos neste momento em mãos com um projecto em que o edifício já é levantado com a nossa colaboração. Formamos equipa desde a base, já com o arquitecto ‘pai’ ou arquitecta ‘mãe’, conseguindo assim o melhor layout com bom aproveitamento dos espaços, sempre um objectivo a conquistar. Depois desenvolvemos todo o projecto de arquitectura de interiores até ao mais pequeno detalhe, o ponto de luz no lugar certo, o ‘arquivo’ das gravatas ou dos sapatos por exemplo”.
Tendo desenvolvido projectos de arquitectura e design de interiores nos mais diversos ambientes e possuindo clientes provenientes dos quatro cantos do mundo, a designer destaca alguns dos projectos do atelier que mais gosto proporcionaram a conceber. “Um deles é bem interessante, é um hotel de charme na Graça que tem como tema a cidade lindíssima que é Lisboa. É uma obra que está para começar. Explorar o conceito ‘Lisboa’ foi muito estimulante e gratificante ao mesmo tempo. Outro, foi a nossa entrada no mundo náutico, com o projecto de um iate de grande porte, um Maiora 39, porque nos ‘obrigou’ a entrar num novo universo. Um autêntico trabalho de relojoeiro à distância. Outro ainda foi uma ‘viagem’ ao mundo rural onde nos deixaram ‘brincar’ numa quinta de família, onde cada casa é um projecto distinto em temas que se interligam e dentro desse mesmo projecto, o restauro de um lagar onde a grande família se reúne de vez em quando e no qual se desenhou e executou uma mesa de jantar com 40 metros quadrados. Por último e não menos importante, o projecto que construímos para nós, num edifico de 1922, um antigo armazém de vinhos, onde criámos a nossa nova casa e recebemos os nossos clientes. É a nossa fábrica de sonhos”.
Para além da entrada no mundo náutico – um segundo projecto já se encontra em andamento, um Baglietto 42 metros ainda em construção, que será apresentado na conceituada feira de Génova em 2010 – a SAV prepara-se para se estrear na aviação, através da concepção dos interiores de um jacto privado Falcon 7X.
Apesar dos muitos e diversificados projectos desenvolvidos até hoje, a criatividade e desejos da SAV parecem não ter limites. “Gostaríamos de desenvolver um barco de cruzeiro daqueles que são verdadeiros hotéis flutuantes, as carruagens do Expresso do Oriente, um avião comercial, um hotel de charme obre a areia e um lodge algures no mundo, talvez em África”, assevera Joana Aranha com confiança, acrescentando que as suas expectativas para o futuro da SAV passam por “manter o rumo. E levar cada vez mais para fora das nossas fronteiras os nossos artífices, a nossa cultura e os nossos valores. Implementar o desenvolvimento da marca SAV associada a outras linhas de produtos. Continuar a criar apoios aos novos valores nacionais da nossa área de actividade com a criação de estágios, por exemplo, ou quem sabe com a criação de uma bolsa de estudo”.

Revista Essential Lisboa 35 (Dez-Jan 2009/2010)
Texto: Álvaro Tavares Ramos

STYLE & BIKES

Desde a nova bicicleta Bamboo de Ross Lovegrove para a Biomega até a última criação de Michael Young para a Giant, este excelente vídeo da Monocle explica a crescente importância do design na concepção de bicicletas. Tendo a utilização de bicicletas na cidade sofrido um grande crescimento nos últimos anos, o ecológico veículo de duas rodas não é apenas encarado com um meio de locomoção, mas igualmente como um acessório de estilo pessoal.

O Design Report 159 da Paris-Sete já saiu. Para além da marca Efeito D estar agora disponível na loja, o Design Report apresenta algumas sugestões de Natal com a assinatura de Alexander Girard, os cadernos da Archie Grand, as imponentes esculturas naturais Sahta da Maòli e a linha de porcelana de Annette Bugansky.
Foto: Álvaro Tavares Ramos

O Design Report 159 da Paris-Sete já saiu. Para além da marca Efeito D estar agora disponível na loja, o Design Report apresenta algumas sugestões de Natal com a assinatura de Alexander Girard, os cadernos da Archie Grand, as imponentes esculturas naturais Sahta da Maòli e a linha de porcelana de Annette Bugansky.

Foto: Álvaro Tavares Ramos

PAUL SMITH VS KASHIMAX
Por ocasião do Bicycle Film Festival em Tóquio, a Paul Smith colaborou com a Kashimax para criar este fantástico selim de edição limitada. 20 unidades vão estar disponíveis a partir de dia 20 no Japão, e outras 8 na loja de Paul Smith na Floral Street, em Londres.

PAUL SMITH VS KASHIMAX

Por ocasião do Bicycle Film Festival em Tóquio, a Paul Smith colaborou com a Kashimax para criar este fantástico selim de edição limitada. 20 unidades vão estar disponíveis a partir de dia 20 no Japão, e outras 8 na loja de Paul Smith na Floral Street, em Londres.

Small Business Guides

No seguimento do destacável dedicado aos pequenos negócios - inserido no último número da revista - a Monocle disponibiliza no seu site vídeos de algumas empresas de reduzida dimensão que vingaram num mundo dominado por grandes corporações. Neste vídeo, a Monocle vislumbra os bastidores da Stumptown Printers, uma magnífica tipografia à antiga, sedeada em Portland.

Sim, parece ser um anúncio da Bayer dos anos setenta… sim, é em alemão e não se percebe nada (pelo menos para mim!)… e sim, também é Verner Panton no seu melhor através de uma das suas instalações psicadélicas Visiona.

Blog Fauna Urbana

Concebido por Iolanda Mealha, acérrima defensora dos direitos dos animais e designer da La Maison de Lola (e já agora, minha mulher), o Fauna Urbana é sem dúvida uma lufada de ar fresco no campo dos blogues dedicados aos animais. Abordando o tema de forma positiva e apelativa, o Fauna Urbana passa uma mensagem de esperança, sem no entanto descurar importantes questões como as péssimas condições no Canil de Lisboa ou interessante informação veterinária. A visitar.

POWERS OF TEN

Realizado por Charles & Ray Eames para a IBM, o Powers of Ten é um dos mais bonitos videos realizados pelo casal durante a sua longa carreira.

Search
Navigate
Archive

Text, photographs, quotes, links, conversations, audio and visual material preserved for future reference.